VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Cine Vitória funcionará em caráter experimental durante Festival Varilux


Até o dia 16 de maio Aracaju vai receber um Festival de Cinema Francês.  AQUI

 

Fonte: Secult


O Festival Varilux de Cinema Francês chega a Aracaju no próximo dia 10 de maio. A mostra, que passará por 45 cidades, será a primeira atividade do Cine Vitória. O evento traz o melhor da produção francesa recente, oferecendo títulos variados, sendo a grande maioria inédita no Brasil. Toda a programação está disponível no variluxcinefrances.com/aracaju/.
Até 16 de maio, a mostra acontece no Cine Vitória, espaço localizado na Rua do Turista, que passou por uma revitalização e vai funcionar em caráter experimental durante o Festival, tendo sua inauguração oficial em junho. Os ingressos para o Festival Varilux poderão ser adquiridos no próprio cinema, no horário das exibições, ao preço de R$ 3 e R$ 6, durante a semana, e R$ 4 e R$ 8, nos finais de semana, meia e inteira, respectivamente.
A Casa Curta-SE é responsável por toda produção local do evento. “Este é um momento para o público apreciar filmes que estão fora do circuito comercial. Pelo primeiro ano, esta mostra chega a Sergipe. Seremos uma das 80 salas de cinema que receberá a mostra. Esperamos que possamos continuar trazendo a mostra para Aracaju nos outros anos”, declarou Deyse Rocha, diretora geral da Casa Curta-SE.
Cine Vitória
O Cine Vitória é uma unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) que será gerenciada em parceria com a Casa Curta-SE através do projeto Sala Avenida Brasil. A reforma e modernização do espaço foi viabilizada através de um convênio de R$ 272.573,17 realizado entre o Governo do Estado e o Ministério da Cultura (MinC).
A inauguração do Cine Vitória acontece em junho com a estreia do filme ‘Aos ventos que virão’, do cineasta Hermano Penna e que teve cenas gravadas em Sergipe. Segundo a secretaria de Estado da Cultura, Eloísa Galdino, a reabertura do Cine Vitória oferece aos sergipanos mais um espaço para a disseminação da cultura local.
“Essa será mais uma ação de democratização do acesso à cultura no nosso Estado, com a exibição de filmes e ingressos vendidos a preços populares. Será também um espaço de difusão da produção cultural sergipana, uma vez que os curtas e longas-metragens de Sergipe terão espaço de destaque na programação artística do local. A reinauguração do Cine Vitória engrandece a política cultural da gestão do governador Marcelo Déda e essa administração compartilhada com a Casa Curta-SE simboliza a modernização dos nossos mecanismos de gestão”, diz Eloísa Galdino.
Para Dayse Rocha o momento é único para todos os envolvidos no projeto. “É um grande orgulho fazer parte de um projeto que entrega de volta à nossa cidade um espaço como esse. Trata-se de uma forma de contribuir com nossa cultura e poder agregar um público ávido por uma diversidade cinematográfica que agora será presente”, reforça a diretora da Casa Curta-SE.
Confira a programação do Festival Varilux
Sexta-feira, 10 de maio
14h30 – Anos incríveis (1h52)
16h50 – O homem que ri (1h35)
18h50 – A datilógrafa (1h51)
21h05 – Aconteceu em Sant-Tropez (1h40)
Sábado, 11 de maio
14h30 – O menino da floresta (1h35)
16h30 – Renoir (1h51)
18h45 – Além do arco-íris (1h52)
21h –  Adeus, minha rainha (1h40)
Domingo, 12 de maio
15h – O menino da floresta (1h35)
17h – Camille Claudel 1915 (1h34)
19h – Feito gente grande (1h30)
20h55 – Pedalando com Molière (1h45)
Segunda-feira, 13 de maio
14h30 – Uma dama em Paris (1h34)
16h30 – A datilógrafa (1h51)
18h45 – O homem que ri (1h35)
20h45 – Camille Claudel 1915 (1h34)
Terça-feira, 14 de maio
14h30 – Além do arco-íris (1h52)
16h45 – Feito gente grande (1h30)
18h40 – Renoir (1h51)
20h55 – Prenda-me (1h39)
Quarta-feira, 15 de maio
14h30 – Aconteceu em Sant-Tropez (1h40)
16h35 – Pedalando com Molière (1h45)
18h45 – Uma dama em Paris (1h34)
20h45 – Os sabores do palácio (1h35)
Quinta-feira, 16 de maio
14h30 – Prenda-me (1h39)
16h35 – Adeus, minha rainha (1h40)
18h40 – Pedalando com Molière (1h45)
20h50 – Anos incríveis (1h52)

(Com informações da assessoria da Casa Curta-Se)

Nenhum comentário: